Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

conaculta

"We must enter into that willing suspension of disbelief required in the reading of any poem"

all the girls in town

O monte de roupa para passar continua amontoado nas cadeiras da cozinha. Isto deve ser coisa de mulher moderna, sem puto glamour, mas muito bom senso. E porque nunca serei uma excêntrica, a roupa desaparecerá das cadeiras hoje sem falta. Preferia o glamour, preferia o onanismo, preferia beber Jameson ao acordar e ter uma voz muito rouca igualzinha à da Maria Bethânia. Preferia ser a Bethânia e comprar uma casinha pequenina em Portofino, de ouvir la vie en rose - sem me envergonhar com o over acting de Edith Piaff -  todos os dias, de não sentir coisas bregas como le mépris e assistir a um Godard sem me entediar. Isto é, voltar a ter 17 anos e adorar comprar cruzes no Ferreiro. O que eu queria mesmo hoje, aqui e já, era uma vida italiana. Ser uma pintora italiana prestes a ser descoberta e gira nas horas. Mas por enquanto há a vida e também há a vista da janela da minha cozinha, que é romantico-decadente e bonita e tenho adormecido a ouvir Erik Satie e acordado com a versão da Isabella Tavianni do Why do birds suddenly  appear. Uma mulher é imensas coisas.

 


«we must enter into that willing suspension of disbelief required in the reading of any poem»

Autora

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D