Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

conaculta

"We must enter into that willing suspension of disbelief required in the reading of any poem"

Dancing Queen

Estava a olhar para o tecto da sala a primeira vez que falámos. Devo dizer-te que foi um sobressalto, porque no mesmo instante pensei que te tinha perdido, que já tinhas passado e eu não podia voltar atrás. Uma pessoa anda à caça de gambuzinos e sai-lhe uma mulher. Gosto de verde e de vários azuis e venho para o Rio de Janeiro ver meninas, ver meninos e beber cachaça enquanto vejo o Turf. Prometi jamais tocar em Chandon que é uma coisa wanna be e eu sou de disfarçar muito em todo o lugar e também no meio das pessoas. Nunca ouvi a tua voz, porque é aqui que ela terá algum efeito borboleta sobre mim. Não acredito em acasos, sinto-me sempre enjoada quando tenho que ir ao talho e nós não seremos um acaso, (gostava mesmo de sobreviver a mim quando repito o mesmo palavreado besta com mais de uma mulher, ou quando exagero no uso do sal e da pimenta, na comida que faço).

Mas não dispenso uma colher de Maca no meu batido de banana matinal e esta vontade de te foder à bruta. Está muito, muito calor e aquela humidade amazónica no ar.


«we must enter into that willing suspension of disbelief required in the reading of any poem»

Autora

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D