Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

conaculta

"We must enter into that willing suspension of disbelief required in the reading of any poem"

O anagrama

Hoje, logo de manhã, um amigo meu postou no Insta um anagrama bestial. Como se todos os anagramas não fossem fantásticos este achei-o logo brilhantésimo. A fotografia era uma camisa de Portugal e em vez de Ronaldo, em cima do número sete, estava escrito orlando.

Agora são 19.47 e vou interromper a escrita para ver Portugal jogar e ganhar, no dia em que Ronaldo iguala as internacionalizações do Figo. Espero que o Ronaldo marque e que me faça chorar quando levantar a camisola e dedicar o golo às pessoas que morreram na discoteca, em Orlando. Tomara Ronaldo ter uma assessoria tão boa como a do Papa Francisco e passaria a ter uma estátua no Chiado, onde pessoas como eu, adoradoras do Vício Grego se passeiam felizes e impunes.

Agora são 22.01 e empatámos com a Islândia, a terra da maldita Bjork. O seleccionador Fernando Santos deveria ter começado o jogo com os jogadores dos últimos trinta minutos. Mas o treinador Fernando Santos tem cara de merceeiro, sendo que os merceeiros a sério são inteligentes, como as padarias modernas. Acho que o treinador é mole porque vive na Grécia e vai pouco a Mykonos e por isso acha que a equipa da Islândia é pragmática e que Portugal pode continuar a "receber" golos.

O que eu gostava era que o Ronaldo soubesse que o seu nome é um anagrama e nos podia ter feito feliz. O que eu gostava era de ter visto Portugal ganhar o jogo no meio das minhas amigas boiolas, que quando joga a selecção se transformam e emitem gritinhos altíssimos e muito histéricos e por isso se tornam muito mais bonitas e femininas que a barriga tanquinho-suspeita do Cristiano. Como em tudo o que se quer muito, temos que pedalar. Ou a nossa única esperança será passear no Chiado, esse grande parque temático à hora dos jogos da selecção nacional.


«we must enter into that willing suspension of disbelief required in the reading of any poem»

Autora

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D