Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

conaculta

"We must enter into that willing suspension of disbelief required in the reading of any poem"

Spotify

Quando eu tinha cinco anos descansava-me saber que as antenas da televisão dos prédios eram Pára-Raios. Tinha muita fé e rezava a Santa Bárbara, quando trovejava e estava com a minha avó Mimi em Vila Viçosa. Rezávamos também ao Padre Américo, de quem ela era devota. Eu nunca tinha visto uma figura religiosa de chapéu de abas e aquilo era-me estranho e parecia que nunca poderia dar nenhum resultado. Então ela mandava-me sentar na camilha a ver as Selecções do Readers Digest - acho que ainda não sabia ler bem -, onde havia imensas imagens e histórias sobre os novos fogões americanos e assim. Depois saía para ir ao cabeleireiro. E sempre que ela saía e eu ficava sozinha em casa, ia para o sotão beber um cálice, atenção que eu sabia a diferença entre um cálice e um copo, de Cinzano Rosso, que ela tinha das viagens a Badajoz. Ficava um bocadinho tonta e com muito medo de ser apanhada pela Ermelinda, mas valia a pena. All that simple things that won´t come again. Estou a ouvir Mr. George Michael que é com quem falo quando preciso daqueles dias do Padre Américo.


«we must enter into that willing suspension of disbelief required in the reading of any poem»

Autora

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D